Cartinhas que recebemos no email treta@treta.com.br, e suas respostas.

SITE     FEED     FACEBOOK     TWITTER     TUMBLR     EDITORIAIS     SOBRE     EQUIPE     ANUNCIE     CONTATO     PAINEL

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Re: Treta - Decisão manda Governo fornecer remédio a base de maconha

Valeu! Adoramos boas notícias!


Em 1 de outubro de 2014 19:45, Rodolpho escreveu:
http://www.tjgo.jus.br/index.php/home/imprensa/noticias/162-destaque2/7243-governo-tera-que-fornecer-remedio-a-base-de-maconha

Notícias do TJGO

Decisão manda Governo fornecer remédio a base de maconha

30/09/2014 14h59

Em decisão liminar, o desembargador Itamar de Lima (foto), determinou que o Estado de Goiás forneça o remédio Cannabidiol (CBD), feito a partir da substância da maconha, para o tratamento de uma criança que tem paralisia cerebral e epilepsia refratária. Por causa das doenças, o menor sofre de constantes crises de convulsões, que podem levar à morte – problema combatido pela terapia medicamentosa, ainda proibida no país.

"O relevante fundamento do pedido vem caracterizado pela imprescindibilidade do uso do medicamento a fim de conter e tratar adequadamente a doença do garoto. Por outro lado, resta também demonstrada a possibilidade de que o paciente venha a sofrer lesões irreparáveis, diante das constantes crises convulsivas causadas pela enfermidade", ressaltou o magistrado sobre o deferimento do pedido da família do menino.

O menor tem várias lesões no cérebro e, por causa disso, a cirurgia não é indicada para corrigir ou amenizar o caso. Itamar de Lima ponderou também que a criança já passou por vários tratamentos que não surtiram efeito esperado. Por causa disso, a família da criança recorreu ao tratamento com o novo remédio, com aval do médico responsável.

Produzido nos Estados Unidos, o Cannabidiol custa, aproximadamente, U$ 973, cerca de R$ 2,4 mil. A família do menor já havia conseguido, junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a autorização para importação, mas, devido ao alto custo, não conseguiu comprar o medicamento.

O magistrado intimou a Secretaria Estadual de Saúde (SES) para conceder o medicamento, na forma de óleo, conforme prescrição médica, mesmo sem estoque da substância. A criança receberá o remédio de forma contínua, condicionada à apresentação mensal de relatório médico, que demonstra a necessidade da terapia. (Mandado de Segurança Nº 201493180983) (Texto: Lilian Cury – Centro de Comunicação Social do TJGO)


--
You received this message because you are subscribed to the Google Groups "Under TRETA" group.
To unsubscribe from this group and stop receiving emails from it, send an email to undertreta+unsubscribe@googlegroups.com.
For more options, visit https://groups.google.com/d/optout.

Nenhum comentário:

Postar um comentário